Acessar agência virtual:

Disponível no Google Play Disponível no Apple Store Esqueci minha senha Cadastro

Horários de Atendimento

Atendimento 24 Horas
0800 51 8687

Bandeira Tarifária Agosto/2018 - Vermelha
Patamar 2

Informativos

30/07/2018 MUX ENERGIA 74 ANOS
MUX ENERGIA 74 ANOS

74 anos fornecendo a sua energia elétrica.

 

A energia elétrica impulsiona, transforma, faz acontecer. E só há uma força motriz mais poderosa que a eletricidade: a vontade de fazer.

 

Em 1944, movidos por essa vontade, três pioneiros, Affonso Muxfeldt, Giacomo Marin e João Manoel Bernardes, visionários corajosos e determinados, deram início à história da Mux Energia, com a construção da vanguardista usina avante.

 

Impulsionados pela força da água que abre caminhos fomos adiante. De lá para cá, quase um século de transformações, e muita coisa mudou.

 

Reconhecida pela excelência na produção, distribuição e comercialização de energia, somos hoje, pela terceira vez consecutiva a melhor distribuidora de energia elétrica do Brasil, pelo IASC - Índice ANEEL de Satisfação do Consumidor.

 

Atuamos com ética e respeito ao meio ambiente, enquanto contribuímos para o desenvolvimento econômico em nossa área de abrangência, nas cidades de Tapejara e Ibiaça, no estado do Rio Grande do Sul.

 

Como uma das empresas mais competitivas do setor, nossa energia, alimenta indústrias, comércios e serviços, propaga conhecimento, dá suporte à vida e movimenta toda economia. 

 

 

Resultado do talento e dedicação de nossos colaboradores, que seguem padrões de excelência operacional e sabem como ninguém a importância da eletricidade no dia a dia das pessoas. Uma equipe que não mede esforços para manter o fornecimento 24 horas por dia, 365 dias por ano, disponível em uma tomada ou interruptor.

 

Com equipamentos tecnológicos e uma frota estruturada estamos preparados para atender com agilidade as demandas da comunidade, sem nunca descuidar da segurança. Em nossos centros administrativos, buscamos por soluções que unem rentabilidade, desenvolvimento e responsabilidade com o consumidor

 

Somos certificados ISO 9001 e investimos em tecnologia, pesquisa e desenvolvimento para trazer inovação ao setor energético, como o projeto pioneiro de medição remota de energia.

 

Através do nosso Plano de Eficiência Energética, promovemos o uso inteligente da energia, e contribuímos com a melhoria de vida daqueles que mais precisam.

 

Acima de tudo, nós nos destacamos pelo atendimento, através de nosso app Mux e Você você resolve tudo onde estiver. Nossa ouvidoria é considerada a melhor do Brasil pelo Prêmio ANEEL de Ouvidoria e funciona como uma ponte entre os consumidores e a Mux Energia.

 

Com um Conselho de Consumidores atuante, discutimos e melhoramos continuamente nossos serviços, nos preocupamos ainda em promover cultura e entretenimento para a sociedade através da promoção de eventos.

 

Nosso trabalho é medido por índices, percentuais e megawatts, mas o que realmente importa é a energia do sorriso das pessoas.

 

Nessa longa jornada, aprendemos que a felicidade está nas pequenas coisas do cotidiano, um banho quente no inverno, um sorvete no verão, receber amigos, um bom filme com a família.

 

Desde a nossa fundação, fornecemos energia para transformar momentos. Aos 74 anos, renovamos nossa energia para continuar trabalhando, estudando, curtindo, vivendo com você!

 

Fazemos isso porque a gente vê energia em você, energia de sobra para fazer a diferença.

 

Mux, você vive essa energia!

19/07/2018 MUX ENERGIA MANTÉM O MENOR CUSTO POR KWH ENTRE CONCESSIONÁRIAS DO RIO GRANDE DO SUL
MUX ENERGIA MANTÉM O MENOR CUSTO POR KWH ENTRE CONCESSIONÁRIAS DO RIO GRANDE DO SUL

A ANEEL - Agência Nacional de Energia Elétrica, apresentou no dia 17/07/2018 o reajuste tarifário anual para energia elétrica.

 

O cálculo leva em conta a aquisição e a transmissão de energia elétrica, bem como encargos setoriais e impostos.

 

O efeito médio para o consumidor da Mux Energia será de 17,92%, sendo 20,97% em média para os consumidores conectados à rede de alta tensão e de 15,92% em média para os consumidores conectados à rede de baixa tensão.

 

Vale ressaltar que do total reajustado, apenas 0,44% é controlado pela Mux Energia, o restante, ou seja, 17,48% não é de responsabilidade da Mux, sendo tarifas, encargos, impostos, entre outros.

 

Além da Mux Energia, outras concessionárias da região foram obrigadas a reajustar seus valores na mesma data, sendo:

ELETROCAR (Carazinho, RS): 17,80% (efeito médio)

HIDROPAN (Panambi, RS): 10,63% (efeito médio)

DEMEI (Ijuí, RS): 12,47% (efeito médio)

 

A Mux Energia manteve-se com o menor custo por kWh (Tarifas Residências Grupo B1), com um índice de 7,119% menor que o segundo colocado,

como segue abaixo:

 

 

 

MUX ENERGIA: de R$ 0,447 para R$ 0,518

DEMEI: de R$ 0,497 para R$ 0,558

HIDROPAN: de R$ 0,520 para R$ 0,570

ELETROCAR: de R$ 0,505 para R$ 0,583

 

ENTENDENDO AS TARIFAS:

 

O órgão regulador ANEEL, calcula os custos e investimentos repassados às tarifas.

 

A tarifa considera três custos distintos:

 

Energia Gerada + Transporte de Energia (transmissão e distribuição) + Encargos Setoriais

 

Energia Gerada: para cumprir o compromisso de fornecer energia elétrica com qualidade, a Mux Energia tem custos que são avaliados pela ANEEL na definição das tarifas.

 

Transporte da Energia: a ANEEL atua para que as tarifas sejam compostas por custos eficientes, que efetivamente se relacionem com os serviços prestados.

Este setor é dividido em dois segmentos, transmissão e distribuição. A transmissão entrega a energia a distribuidora, a distribuidora por sua vez leva a energia ao usuário final.

 

Encargos Setoriais:

não são criados pela ANEEL e, sim, instituídos por leis.

Alguns incidem somente sobre o custo da distribuição, enquanto outros estão embutidos nos custos de geração e de transmissão.

 

Quando a conta chega até você, ela é composta pela compra da energia (custos do gerador), pela transmissão (custos da transmissora) e pela distribuição (serviços prestados pela distribuidora), além de encargos setoriais e dos impostos cobrados pelos Governos Federal, Estadual como o PIS/COFINS, o ICMS e a Contribuição para Iluminação Pública.

 

REAJUSTE TARIFÁRIO ANUAL:

 

É um dos mecanismos de atualização do valor da energia paga pelo consumidor, aplicado anualmente, através da seguinte fórmula:

 

Parcela A + Parcela B x (IPGB-M - Fator X)

 

Parcela A: 7,54% - FORA DO CONTROLE DA MUX ENERGIA

Variações de custos relacionados à compra de energia elétrica para atendimento de seu mercado, o valor da transmissão dessa energia até a área da distribuidora e os encargos setoriais.

 

Parcela B: 0,44% - GESTÃO DA MUX ENERGIA

São, basicamente, os custos operacionais da Mux Energia e os custos relacionados aos investimentos por ela realizados, além da quota de depreciação de seus ativos e a remuneração regulatória, valores que são fixados pela ANEEL na época da revisão tarifária.

 

Efeitos dos Componentes Financeiro do Processo Atual: 9,94% (dos quais a inclusão do risco hidrológico para o próximo período impactou em 2,53%).

 

Os reajustes acontecem em datas determinadas pelo Contrato de Concessão, os consumidores da Mux Energia que terão as tarifas reajustadas em 22/07/2018.

 

Mais informações sobre reajustes tarifários podem ser consultadas em http://www.aneel.gov.br/entendendo-a-tarifa

15/05/2018 Diretor Presidente da Mux Energia participa de reunião com Ministro de Minas e Enegia Moreira Franco e Diretoria da ANEEL
Diretor Presidente da Mux Energia participa de reunião com Ministro de Minas e Enegia Moreira Franco e Diretoria da ANEEL

O diretor presidente da Mux Energia e também integrante da diretoria da ABRADEMP - Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia de Menor Porte, Rogério Zimmermann Döering, participou, no dia 08 de maio, de uma reunião em Brasília no Ministério de Minas e Energia, em uma comitiva da ABRADEMP para tratar de assuntos relacionados à distribuição de energia elétrica no Brasil.

 Dentre os assuntos tratados com o Ministro de Minas e Energia, Sr. Moreira Franco, estavam na pauta projetos de redução das tarifas de energia elétrica. “Tivemos a oportunidade de dialogar com o Ministro Moreira Franco com o objetivo de juntos debatermos sobre a redução das tarifas de energia elétrica no Brasil”, comenta Rogério.

Ainda em Brasília, Rogério esteve reunido com integrantes da diretoria da ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica, onde estiveram na pauta assuntos importantes relacionados à distribuição de energia elétrica no país.

19/03/2018 Mux Energia fica em primeiro lugar no Brasil no Prêmio ANEEL de Ouvidoria
Mux Energia fica em primeiro lugar no Brasil no Prêmio ANEEL de Ouvidoria

Na tarde desta sexta-feira, 16 de março, foi realizada a entrega dos troféus do primeiro "Prêmio ANEEL de Ouvidoria". O prêmio tinha como objetivo premiar as concessionárias com as melhores ouvidorias do Brasil.

As ouvidorias foram avaliadas pelo atendimento prestado ao consumidor, tempo de reposta e pela resolução das manifestações dos usuários, por meio de relatórios que são enviados à ANEEL mensalmente.

Além do telefone, outros meios de comunicação foram avaliados, como Chat, e-mail, presencial, apps, entre outros. Dentre as concessionárias de pequeno porte, somente 29% têm certificação ISO 9001. É importante ressaltar que a Mux Energia é uma das poucas que possuem essa certificação. A Mux ficou em primeiro lugar na categoria "Distribuidoras de Pequeno Porte", com 97,500 pontos. 

André Rueli, superintendente de mediação administrativa, ouvidoria setorial e participação pública, entregou o prêmio ao representante e ouvidor da Mux Energia, Bráulio Corral. Na oportunidade, Bráulio agradeceu a todos os colaboradores da Mux pelo excelente trabalho e ressaltou: "Nossa concessionária prima pelo bom relacionamento com o consumidor, procurando realizar um atendimento de qualidade e resolutividade."

 
07/02/2018 Mux Energia apresenta Programa de Eficiência Energética 2018
Mux Energia apresenta Programa de Eficiência Energética 2018

Em evento ocorrido na manhã do dia 06 de fevereiro de 2018 em sua sede, a Mux Energia, concessionária de energia elétrica para os municípios de Tapejara e Ibiaçá, apresentou seu Programa de Eficiência Energética 2018 para a imprensa e para autoridades municipais.

A empresa, que nesse mês foi eleita pelo terceiro ano consecutivo a melhor concessionária de energia elétrica do Brasil pelo Prêmio IASC 2017 - ANEEL, recepcionou os convidados com um café da manhã em sua sede.

Em seu discurso de saudação, o Diretor Presidente da Mux Energia, Rogério Zimmermann Döering, falou da alegria em ser a vencedora das categorias “Brasil Concessionárias até 400 mil Unidades Consumidoras" e “Sul, Sudeste e Centro-Oeste até 30 mil Unidades Consumidoras", do Prêmio IASC pelo terceiro ano consecutivo.

O Diretor destacou ainda que, ao atingir a nota de 83,45 numa escala de 1 a 100, a Mux superou o escore da vencedora da categoria “Brasil Concessionárias acima de 400 mil Unidades Consumidoras", que foi de 80,69 pontos, sagrando-se assim a melhor concessionária de energia elétrica do país. Na oportunidade, também comentou os fatores e pontos de relevância da pesquisa, que envolvia satisfação com a fornecedora de energia, qualidade do serviço prestado, entre outros.

Na sequência, Paulo Pereira, Diretor da 5EC Engenharia, conduziu a apresentação do PEE 2018 da Mux Energia. Abordando as ações, principais características, regulamentação vigente, investimentos, resultados esperados e demonstrações relativas a equipamentos eficientes, foram apresentadas as empreitadas do Plano de Eficiência Energética 2018 da Mux Energia para Tapejara e Ibiaçá.

O Programa de Eficiência Energética - PEE, é regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL, e foi criado a partir de obrigação fixada nos contratos de concessão firmados em 1998 entre as concessionárias do serviço público de distribuição de energia elétrica e a ANEEL.

Com o advento da lei nº. 9.991, de 24 de julho de 2000, foi atribuído às concessionárias e permissionárias de distribuição o dever de aplicar o montante anual mínimo de 0,5% de sua receita operacional líquida em ações de combate ao desperdício de energia elétrica.

O objetivo do PEE é promover o uso eficiente da energia elétrica em todos os setores da economia, por meio de projetos que demonstrem a importância e a viabilidade econômica de melhoria da eficiência energética de equipamentos, processos e usos finais de energia.

Uma das empreitadas é junto ao HSA - Hospital Santo Antônio, onde o diagnóstico preliminar, realizado pela empresa 5EC Engenharia, apontou que o HSA já possui uma postura de iluminação eficiente (em 53,01% dos pontos), mas ainda assim, determinou 725 pontos para aplicação de ações de eficiência, através de um projeto de mais de R$ 40.000,00 em iluminação que serão desembolsados pela Mux Energia.

Em seu pronunciamento, o Presidente do Hospital Santo Antônio, Valdir Pietrobon, agradeceu e destacou a importância de ações como essa em favor das instituições filantrópicas. Informou ainda, que os recursos economizados com a ação do PEE, somada à economia que será gerada mensalmente, poderão ser investidos na melhoria do atendimento à população de Tapejara e região.

A outra empreitada do PEE, de mais de R$ 330.000,00, acontecerá junto aos clientes cadastrados na tarifa social e residências com características de baixo poder aquisitivo, através de ações de redução no consumo e melhoria da segurança em iluminação, aquecimento e regularização.

Na iluminação, serão atendidas cerca de 790 famílias, com a substituição de lâmpadas incandescentes por lâmpadas tipo LED de 9,5 Watts, que promovem economia de até 85%.

No aquecimento, serão beneficiadas 120 famílias através da troca de chuveiros convencionais por exclusivos kits com trocador de calor. Nesse sistema, o calor é reaproveitado através de contato indireto entre a água do banho (quente/usada), com a água da caixa (fria/limpa). Essa tecnologia gera uma economia de energia de até 50% no inverno e de 85% no verão.

Ainda serão regularizadas as residências de aproximadamente 80 famílias através da padronização das instalações elétricas. No total, serão mais de R$ 370.000,00 investidos pela Mux Energia em favor da comunidade.

Na oportunidade, Irapuan Jorge Teixeira, Presidente do Conselho de Consumidores da Mux, entidade de caráter consultivo, formada pelos representantes das principais classes das unidades consumidoras, enfatizou o envolvimento e dedicação da Mux Energia em atender com qualidade máxima os consumidores, chegando ao “Oscar” da energia elétrica.

Alexandre Zanini, Diretor Operacional da Mux Energia, agradeceu e evidenciou a dedicação diária dos colaboradores da empresa, sendo determinante para os resultados obtidos.

Fizeram ainda uso da palavra o Prefeito Municipal de Tapejara, Vilmar Merotto e a Presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Maeli Brunetto, que salientaram a relevância do prêmio obtido para a economia do município, bem como a importância da ação social do PEE junto ao HSA e à população de baixa renda.

Assessoria de Comunicação Mux Energia

06/02/2018 Mux é eleita a melhor concessionária de energia do Brasil
Mux é eleita a melhor concessionária de energia do Brasil

Pelo terceiro ano consecutivo, Mux Energia é a melhor concessionária do Brasil

 

 Ocorreu na tarde de ontem, 1º de fevereiro, a entrega dos prêmios do Índice ANEEL de Satisfação do Consumidor (IASC) edição de 2017.

 

Na oportunidade, foram demonstrados os fatores e pontos de relevância da pesquisa, que era composta de 32 perguntas envolvendo satisfação com a fornecedora de energia, qualidade do serviço prestado, entre outros. Foram realizadas 24.926 pesquisas presenciais domiciliares, em 584 municípios.

 

Neste ano, as unidades participantes precisavam ter no mínimo, um escore de 60 pontos, definido pela ANEEL.

 

 

A Mux Energia, que atende Tapejara e Ibiaçá, foi a vencedora das categorias “Brasil Concessionárias até 400 mil unidades consumidoras" e "Sul, Sudeste e Centro-Oeste até 30 mil unidades consumidoras", pelo terceiro ano consecutivo, atingindo a nota de 83,45 numa escala de 1 a 100, superando o escore da vencedora da categoria “Brasil Concessionárias acima de 400mil unidades consumidoras”, que foi de 80,69 pontos.  Foram entregues troféus e certificados às vencedoras. O senhor Rogério Doering Zimmermann, Diretor Presidente e o Sr. Alexandre Zanini, Diretor Operacional, receberam os troféus, em nome da Mux Energia, pelas mãos do Diretor da ANEEL, André Pepitone da Nóbrega. Ao subir no palco, Rogério agradeceu ao colegiado da ANEEL e a todos os colaboradores da Mux Energia pelo empenho e dedicação. Completou “Essa conquista mostra que nosso caminho está sendo trilhado da forma correta. ”

15/12/2017 Diretores da Mux Energia debatem qualidade dos serviços em workshop na AGERGS
 Diretores da Mux Energia debatem qualidade dos serviços em workshop na AGERGS

Em parceria com o Governo do Estado, a Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão e a Secretaria de Minas e Energia, a AGERGS -Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos do Estado do Rio Grande do Sul promoveu no dia 13 de dezembro de 2017, seminário que abordou as questões do setor de energia no Brasil e no Estado.

O I Workshop Energia: Desafios e Oportunidades, foi realizado no Auditório da AGERGS em Porto Alegre, e teve como palestrantes principais o Superintendente Adjunto de Regulação dos Serviços de Distribuição da ANEEL, Hugo Lamin, e o Secretário Adjunto de Minas e Energia do RS, José Francisco Braga tratando da matriz enérgica do Brasil. 

A Mux Energia, representada pelo Diretor Presidente Rogério Zimmermann Döering e o Diretor Operacional Alexandre Zanini,  a convite do Diretor Geral da Agência Nacional de Energia Elétrica ANEEL , Romeu Donizete Rufino, e na época do Conselheiro Presidente da AGERGS, Alcebíades Santini, apresentou seu case de sucesso, que a levou a ser a empresa mais bem avaliada no Brasil em 2015 e 2016 pelo Índice ANEEL de Satisfação do Consumidor - IASC, que avalia o grau de satisfação dos consumidores residenciais com os serviços prestados pelas distribuidoras de energia elétrica.

O Diretores da Mux Energia, ainda, debateram em conjunto com o Superintendente  da Regulação dos Serviços de Distribuição da ANEEL, Carlos Alberto Calixto Mattar e o Promotor de Justiça do Ministério Público Estadual, Felipe Teixeira Neto, sobre o tema “Qualidade dos serviços prestados”. O debate foi moderado pelo Conselheiro da AGERGS, Cleber Domingues.

A programação, que se estendeu ao longo de todo o dia, contou com  diversas lideranças, com especial destaque para Ana Pelini, Presidente da Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luís Roessler - FEPAM,  que debateram sobre o cenário atual do setor,  o papel do agente público e os desafios futuros.

A Mux Energia, mais uma vez está em as melhores empresas do setor. 
A premiação final do IASC 2107 ocorre no dia 1 de fevereiro de 2018 em Brasília.

13/11/2017 XIX Encontro Nacional dos Conselhos de Consumidores de Energia Elétrica
XIX Encontro Nacional dos Conselhos de Consumidores de Energia Elétrica

O Conselho de Consumidores da Mux energia participou do XIX Encontro Nacional dos Conselhos de Consumidores de Energia Elétrica que ocorreu em Fortaleza nos dias 09 e 10 de novembro de 2017, que teve como tema central da XIX Edição: “Os Consumidores Cativos e o Novo Marco Regulatório do Setor Elétrico Nacional”.

O Evento foi realizado pelo Conselho de Consumidores da Enel Distribuição Ceará - CONERGE, um dos 63 Conselhos de Distribuidoras de Energia Elétrica do Brasil. Teve o Apoio Institucional da Distribuidora local (ENEL), do Ministério de Minas e Energia (MME) e da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). 

O Encontro tem o propósito maior de debater temas nacionais relacionados à qualidade do fornecimento de energia elétrica, suas melhorias, evolução, fiscalização e regulamentação, dentre outras temáticas. Contou com a participação de Autoridades, Diretores, Superintendentes e Técnicos dos diversos Órgãos/Entidades do Setor Elétrico Nacional, além do público maior que são os Conselheiros e Secretários Executivos dos Conselhos de Consumidores das Distribuidoras de todo o Brasil.

O objetivo é ampliar e influenciar de modo contínuo uma formação regulatória cada vez mais aperfeiçoada, pautada nas inovações do Setor Elétrico Nacional. É também uma oportunidade única de troca de experiências e discussões numa perspectiva voltada para o desenvolvimento de grandes empresas e consumidores em geral.

20/10/2017 5º Encontro de Conselho de Consumidores da Região Sul
5º Encontro de Conselho de Consumidores da Região Sul

O Conselho de Consumidores da Mux energia participou do 5º Encontro de Conselho de Consumidores da Região Sul e Congresso da Celesc, nos dias 19 e 20 de outubro em Florianópolis - SC.

Entre as entidades participantes estão a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Federação das Assóciações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc), Federação Catarinense de Municípios (Fecam), Comitê de Defesa do Consumidor Organizado (Deconor) além dos representantes dos conselhos de consumidores do Sul e de outros estados da Federação.

14/09/2017 Mux Energia desenvolve projeto de Pesquisa e Desenvolvimento com UFSM
Mux Energia desenvolve projeto de Pesquisa e Desenvolvimento com UFSM

A Mux Energia, esteve no dia 25 de agosto de 2017 na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), representada pelo seu Diretor Operacional Sr. Alexandre Zanini e o Diretor Presidente Sr. Rogerio Zimmermann Döering para a assinatura de projeto de pesquisa e desenvolvimento que propiciará grandes benefícios aos seus consumidores de Ibiaça e Tapejara.

 

O projeto busca  aumentar a eficiência dos transformadores de distribuição da Mux Energia e, ainda, fará com que a concessionária seja pioneira na implantação de um sistema de monitoramento de baixo custo aliado a uma rede de comunicação RF (radio-frequência), a qual  permitirá a medição remota de energia em pontos estratégicos do sistema, melhorando o planejamento e a confiabilidade na distribuição de energia elétrica.

 

O projeto é uma parceria entre Mux Energia, empresa Romagnole Produtos Elétricos da cidade Mandaguari/PR, da StartUp FOX IOT, representada pelo seu Sócio Diretor Wilian Dotto Visoto, e a UFSM representada pelos Srs. Prof. Dr. Tiago Bandeira Marchesan (Coordenador de Transferência de Tecnologia da Agência de Inovação e Transferência de Tecnologia da UFSM) e o Vice Reitor Paulo Bayard Dias Gonçalves, PHD.

 

O envolvimento de uma empresa StartUp incubada na Pulsar (incubadora de empresas da UFSM), neste projeto, incentiva e desenvolve também o mercado de novas empresas, promovendo  emprego e renda para o país.

 

A propriedade intelectual do projeto será dividida entre os parceiros e desenvolverá a ciência e o mercado brasileiro.

 

Mux, você vive essa energia.

31/05/2017 Início dos trabalhos com redes energizadas
Início dos trabalhos com redes energizadas

Pensando na comodidade e bem-estar de seus clientes a Mux Energia, no dia 22 de maio de 2017, deu início ao trabalho em redes de linha viva. Para isso, adquiriu um caminhão equipado para trabalho em redes energizadas, que servirá para dar ainda mais qualidade no atendimento.

Com o equipamento os desligamentos para manutenção das redes serão minimizados ao máximo.

Os cuidados com segurança são essenciais para a realização com sucesso desta operação. A Mux Energia capacitou três eletricistas para integrarem a equipe do linha viva, que é responsável por realizar manutenções em redes energizadas, ou seja, sem desligá-las, de modo que os consumidores continuem recebendo energia normalmente.

Mux, você vive essa energia.

17/05/2017 Autoatendimento na palma das mãos
Autoatendimento na palma das mãos

Agora os Clientes da Mux Energia podem ter autoatendimento na palma das mãos.

Chegou o Mux e você, nosso sistema de autoatendimento para smartphones e web. 

Com o Mux e você é possível verificar débitos pendentes, emitir segunda via de conta, atualizar dados cadastrais, solicitar e acompanhar serviços, fazer contato com nossa equipe e muito mais.

O Mux e você está disponível para smartphones Android e iOS. Para baixar, busque Mux e você na loja do seu dispositivo na Google Play ou Apple Store. 

Você também pode acessá-lo através de nosso site.

Com o Mux e você, fica fácil consultar histórico de consumo, informação sobre desligamentos programados, calendário de leitura, bandeiras tarifárias e muito mais.

10/04/2017 Crise abaixa preços no Mercado Livre de Energia
Crise abaixa preços no Mercado Livre de Energia

Apresentaram-se novas projeções referentes a demanda energética para os próximos anos em uma reunião com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), a Empresa de Pesquisas Energéticas (EPE) E O Operador Nacional do Sistema (ONS). As previsões de consumo de energia foram revisadas para baixo, em função da menor expectativa de crescimento econômico, fato que teve impacto, também, nos preços do Mercado Livre de Energia que rapidamente sofreram quedas de cerca de 20%.

            O Mercado de Energia é bastante afetado pela Lei da Oferta e à demanda, levando-o a sofrer oscilações. A revisão das projeções do consumo, que foram apresentadas pela ONS apontou uma queda na demanda para os próximos anos, contrariando as previsões da última revisão.

            Outro ponto relevante é referente aos valores de energia, cuja queda pode não apresentar durabilidade conforme o regime de chuvas. Se os índices dos reservatórios hidrelétricos forem menores que o projetado, será necessário acionar fontes de energia com custos mais elevados, o que pode levar a compra de energia.

            Para as empresas enquadradas no Mercado Livre, que desejam rever os custos de energia elétrica, visando uma energia mais barata, é viável reduzir os custos contra o valor pago à distribuidora no Mercado Cativo em mais de 20%.

Fonte: Mercado Livre de Energia

28/03/2017 Brasil bate recorde em capacidade de energia instalada em 2016
Brasil bate recorde em capacidade de energia instalada em 2016

Foi adicionado ao sistema elétrico nacional, até o mês de dezembro, 9.526 megawatts (MW), maior valor desde o início da série histórica que teve seu início em 1998. Um recorde anual foi registrado, segundo a Aneel, Agência Nacional de Energia Elétrica. Para este ano, prevê-se um aumento de 7.120 MW de capacidade instalada.

            A fonte de energia que mais se desenvolveu, em números absolutos, foi a de usinas hidrelétricas, representando 53% do total, seguido da energia eólica, com 27% do total de capacidade instalado. O estado que mais contribuiu para o aumento da potência eólica instalada no pais foi o Rio Grande do Norte, com cerca de 920 MW, o segundo maior crescimento foi do Ceará, que apresentou um crescimento de cerca de 600 MW, seguido da Bahia, que apresentou um incremento de 520 MW.

            As usinas termelétricas também apresentaram um desenvolvimento significativo, com um acréscimo de 1758 MW, correspondente a 18% do total.

 

Fonte: Revista Exame 
13/03/2017 Adicionais tarifários das bandeiras para 2017 são aprovados
Adicionais tarifários das bandeiras para 2017  são aprovados

A Bandeira Tarifária é um recurso que indica a cada mês o custo de geração de energia. As bandeiras podem ser verde, amarela e vermelha. Os custos de geração considerados na definição destes valores é proveniente dos contratos de comercialização de energia, conforme disponibilidade.

Quando o Custo Variável Unitário é inferior a R$ 211,28/MWh, a bandeira verde é acionada, não havendo cobrança adicional na fatura. Já para um CVU variável entre R$ 211,28/MWh e R$ 422,56/MWh, a bandeira é amarela. A bandeira vermelha é dividida em primeiro e segundo nível, sendo o primeiro nível até o valor de R$610,00/KWh, e o segundo nível corresponde aos valores superiores.

As faixas de acionamento e os adicionais das bandeiras tarifárias para 2017 foram aprovados pela Agência Nacional de Energia Elétrica, e os valores passaram a valer a partir de 1º de fevereiro. O acréscimo da bandeira amarela apresentou um acréscimo de R$ 1,50 para R$ 2,00 a cada 100 kWh consumidos, já o valor da bandeira vermelha, na primeira faixa, foi mantido, enquanto o valor da segunda faixa foi reduzido de R$ 4,50 para R$ 3,50.

Os técnicos da Aneel preveem que é remota a chance do acionamento do primeiro patamar em 2017, já do segundo, consideram quase impossível. Atualmente, o principal custo das bandeiras é o déficit de geração das usinas hidrelétricas.    
 

Fonte: UDOP - União dos Produtores de Livre Energia 
06/03/2017 Crise baixa preços no Mercado Livre de Energia
Crise baixa preços no Mercado Livre de Energia

Apresentaram-se novas projeções referentes a demanda energética para os próximos anos em uma reunião com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), a Empresa de Pesquisas Energéticas (EPE) E O Operador Nacional do Sistema (ONS). As previsões de consumo de energia foram revisadas para baixo, em função da menor expectativa de crescimento econômico, fato que teve impacto, também, nos preços do Mercado Livre de Energia que rapidamente sofreram quedas de cerca de 20%.

O Mercado de Energia é bastante afetado pela Lei da Oferta e à demanda, levando-o a sofrer oscilações. A revisão das projeções do consumo, que foram apresentadas pela ONS apontou uma queda na demanda para os próximos anos, contrariando as previsões da última revisão.

Outro ponto relevante é referente aos valores de energia, cuja queda pode não apresentar durabilidade conforme o regime de chuvas. Se os índices dos reservatórios hidrelétricos forem menores que o projetado, será necessário acionar fontes de energia com custos mais elevados, o que pode levar a compra de energia.

Para as empresas enquadradas no Mercado Livre, que desejam rever os custos de energia elétrica, visando uma energia mais barata, é viável reduzir os custos contra o valor pago à distribuidora no Mercado Cativo em mais de 20%.

Fonte: Mercado Livre de Energia

03/03/2017 Errata Nº 01 MARÇO/2017 - RIC BT
Errata Nº 01 MARÇO/2017 - RIC BT

Pensando na sua segurança a Mux Energia publicou uma errata para o padrão de entrada no que se refere a dispositivos de proteção contra surtos de tensão.

Esta  errata  tem  por  objetivo  corrigir  o   item 10.7   no RIC de  BT  Regulamento de  Instalações  Consumidoras  –  Fornecimento  em  Tensão  Secundária,  Segunda Edição de janeiro de 2015.

Para acessar clique aqui!

 

22/02/2017 Contas de luz terão bandeira verde ao menos até abril afirma ANEEL
Contas de luz terão bandeira verde ao menos até abril afirma ANEEL

Adotam-se as bandeiras amarela e vermelha, que geram a cobrança de um valor extra ao consumidor, quando há uma menor oferta de energia no sistema. Mas, no Brasil, deverá ser mantida a bandeira verde, portanto, não haverá cobrança extra, neste período, aos consumidores, conforme Romeu Rufino, diretor-geral da Aneel, Agência Nacional de Energia Elética. Rufino afirma ainda que, a partir de maio, período seco, não há como prever, pois depende de como será fechado o período úmido.

            O diretor confirmou, também, que será aberto um debate visando uma possível revisão das regras a respeito das ocasiões em que se pode dar a republicação do preço do spot da energia elétrica, também chamado Preço de Liquidação das Diferenças. A revisão do final do ano passado foi polêmica, visto que afetava operações já iniciadas entre os agentes de mercado. Portanto, de acordo com Romeu Rufino a discussão será reaberta.

Fonte: Revista Exame 
14/02/2017 Nova Aquisição em 2017
Nova Aquisição em 2017

Pensando em melhor atender seus clientes, a Mux Energia começa o ano de 2017 com uma nova aquisição. Um guindaste equipado com cesto aéreo de linha viva, equipamento que possibilita o trabalho em redes energizadas.

25/11/2016 MUX ENERGIA é vencedora do IASC Brasil 2016
MUX ENERGIA é vencedora do IASC Brasil 2016

No dia 23 de Novembro, a Mux Energia representada pelo Diretor Operacional Sr. Alexandre Zanini, esteve em Brasília, concorrendo aos prêmios IASC 2016, nas categorias Sul, Sudeste e Centro-Oeste, até 30 mil unidades consumidoras e também na categoria IASC Brasil 2016 Concessionárias, sendo vencedora em ambas as categorias pelo segundo ano consecutivo.

Iasc é um indicador que permite avaliar a satisfação do consumidor residencial com os serviços prestados pelas distribuidoras de energia elétrica, o qual é obtido anualmente a partir de pesquisa amostral realizada com consumidores de todas as distribuidoras, concessionárias e permissionárias, que atuam no território nacional. 

16/11/2016 Somos finalistas no prêmio IASC 2016
Somos finalistas no prêmio IASC 2016

A Mux é uma das 3 finalistas do prêmio IASC 2016 nas categorias Sul, Sudeste e Centro-Oeste, até 30 mil unidades consumidoras e também no prêmio IASC 2016 – Concessionárias. Estes prêmios reconhecem as distribuidoras mais bem avaliadas com base na percepção dos consumidores, apurado por meio de pesquisa de opinião realizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Em ambas a MUX foi ganhadora em 2015.

19/10/2016 Aviso de desligamento programado
Aviso de desligamento programado

A MUX Energia, concessionária de energia elétrica para Tapejara e Ibiaçá, comunica aos seus clientes que Domingo, 23 de outubro de 2016, a RGE – Rio Grande Energia interromperá o fornecimento de energia elétrica em sua Subestação para efetuar manutenções na rede elétrica.

O referido desligamento atingirá todos os consumidores dos municípios de Tapejara e Ibiaçá e ocorrerá em dois momentos:
? Interrupção de curta duração, inferior a 3 min. no intervalo das 04:55h às 05:28h.
? Interrupção de curta duração, inferior a 3 min. no intervalo das 17:55h às 18:28h. 

O retorno da energia poderá ser antecipado.
Para evitar acidentes solicitamos aos consumidores considerar suas instalações como se estivessem energizadas durante o horário programado.

19/10/2016 Relatório de Situação de Emergência nº 01/2016

A Prefeitura de Tapejara decretou no dia 19 de outubro de 2016, situação de emergência devido as fortes tempestades com chuvas e ventos intensos no dia 17 e no dia 20 do mesmo mês. Os fenômenos acima citados atingiram parte da área urbana e rural do município. Sendo que, somente no dia 20, choveu em uma hora o equivalente a 50 milímetros, afetando diversas partes das áreas urbanas e rurais. O Decreto, sob nº 4.307/16 foi encaminhado à Defesa Civil do Rio Grande do Sul (RS) com prejuízos levantados em torno de três milhões de reais. A Mux Energia trabalhou intensamente durante este período para restabelecer o fornecimento de energia nas áreas afetadas.

Clique aqui para acessar o relatório completo.
Clique aqui para acessar o Decreto Municipal 4.307/16.

18/10/2016 Mux Energia promove atividades recreativas para as crianças da APAE de Tapejara
Mux Energia promove atividades recreativas para as crianças da APAE de Tapejara

Na última terça-feira, dia 11, a Mux Energia promoveu uma tarde de atividades em comemoração ao Dia das Crianças na APAE, em Tapejara. Foram oferecidos doces, guloseimas, brincadeiras e pinturas artísticas. Foi uma tarde de extrema diversão!

10/10/2016 Mux Energia promove atividades para comemorar o Dia da Criança
Mux Energia promove atividades para comemorar o Dia da Criança

A Mux Energia promoverá hoje uma tarde de atividades em comemoração ao Dia da Criança. O evento será realizado na sede da APAE Tapejara e contemplará as 66 crianças matriculadas na entidade.

Além de servir doces e guloseimas, haverá uma equipe de recreação realizando brincadeiras e pinturas artísticas faciais nas crianças. Será uma tarde de muita diversão para os alunos da APAE.  

 O objetivo da Mux com o evento é trazer um pouco mais de alegria para a vida das crianças, proporcionando a elas um dia especial. Além disso, a Mux acredita que iniciativas como essa aproximam a empresa da comunidade.

A parceria da Mux com a APAE Tapejara já vem de longa data, através de outras iniciativas, como a doação de valores para a Entidade através da conta de luz. Se quiser saber mais ligue para 0800 51 8687 ou acesse o site da Mux Energia.

11/08/2016 Mux Energia comemora 72 anos de história
Mux Energia comemora 72 anos de história

No dia 05 de agosto a Mux Energia comemora 72 anos de uma bonita história trilhada juntamente com o desenvolvimento da comunidade. A trajetória começou em 1944, quando Tapejara ainda era um distrito de Passo Fundo. Affonso Muxfeldt, Giacomo Marin e João Manoel Bernardes, iniciaram a construção da usina AVANTE, uma hidrelétrica com capacidade de geração de energia de 80 kva, que foi o pontapé inicial para a criação da Mux.

A construção foi um marco histórico no desenvolvimento da região e a partir daquele momento a pequena Vila Teixeira (nome de Tapejara à época) começou a crescer. No final de 1950 foi inaugurada outra usina, com capacidade de 312 kva. Era a Mux Energia levando desenvolvimento à região.

Desde então a Mux cresceu junto com a Tapejara e se expandiu também para Ibiaçá. Hoje, a empresa é reconhecida nacionalmente como a melhor concessionária de energia elétrica do Brasil conforme o Prêmio IASC (Índice ANEEL de Satisfação do Consumidor), uma conquista adquirida através de muito trabalho, sempre com foco em bem atender a população da região alcançada pela Mux.

20/07/2016 Mux Energia terá tarifas reajustadas e valor irá cair
Mux Energia terá tarifas reajustadas e valor irá cair

As tarifas de energia elétrica aplicadas pela Mux Energia serão reajustadas e o valor da conta irá cair para o consumidor final, as 10.941 unidades consumidoras atendidas pela concessionária.

O reajuste ocorre conforme cálculo estabelcido no contrato de concessão e considera a variação de custos associados à prestação do serviço. O cálculo leva em conta a aquisição e a transmissão de energia elétrica, bem como os encargos setoriais. Os custos típicos da atividade de distribuição, por sua vez, são atualizados com base no IGP-M.

A queda de valor para o consumidor residencial será de 13,72%, enquanto que para as indústrias será de 16,78%. Na média, o valor será 15,03% menor.

A resolução foi aprovada ontem (19) pela Diretoria da ANEEL e entra em vigor a partir desta sexta-feira (22). 

12/07/2016 Relatório de situação de emergência nº 02/2016

A Prefeitura de Tapejara decretou no dia 12 de julho de 2016, situação de emergência devido as fortes tempestades com chuvas e ventos intensos no dia 11 do mesmo mês, com duração em torno de 20 minutos. Os fenômenos acima citados atingiram parte da área urbana e rural do município. O Decreto, sob nº 4.277/16 foi encaminhado à Defesa Civil do Rio Grande do Sul (RS) com prejuízos levantados somente no interior do município, em torno de 500 mil reais. A Mux Energia trabalhou intensamente durante este período para restabelecer o fornecimento de energia nas áreas afetadas.

Clique aqui para acessar o relatório completo.
Clique aqui para acessar o Decreto Municipal 4.277/16.

 

28/06/2016 Palestra em comemoração ao Mês do Meio Ambiente lota auditório do Centro Cultural José Maria Vigo da Silveira
Palestra em comemoração ao Mês do Meio Ambiente lota auditório do Centro Cultural José Maria Vigo da Silveira

Ontem (27/06) a Mux Energia promoveu, em parceria com a Secretaria de Educação e Meio Ambiente de Tapejara, duas palestras em comemoração ao Mês do Meio Ambiente. Os eventos acontecerão no dia 27/06, segunda-feira, no Centro Cultural José Maria Vigo da Silveira, em dois horários.

A primeira palestra ocorrerou às 8h30 e foi ministrada por Adriana Brambatti, da Secretaria de Meio Ambiente. O auditório do Centro Cultural José Maria Vigo da Silveira estava lotado de alunos do Ensino Médio das escolas de Tapejara, que se mostraram muito interessados na preservação ambiental.

Já no segundo encontro, às 14h, o palestrante foi Carlos Sander, comentarista de meio ambiente da Rádio Diário da Manhã, de Passo Fundo. Neste encontro de quase 2h, os estudantes do Ensino Fundamental refletiram sobre a necessidade cada vez mais urgente da preservação ambiental, pois com as estatísticas e dados cada vez mais alarmantes a respeito do meio ambiente, é necessário começar a preservar agora, para deixar um legado para as gerações futuras.

A iniciativa aproximou a Mux da comunidade e teve foco nos estudantes, pois eles são o futuro do país. Estas palestras foram as primeiras ações de uma série que a empresa irá promover com foco na preservação ambiental.

22/12/2015 Jantar de confraternização de Natal Mux Energia
Jantar de confraternização de Natal Mux Energia

A confraternização ocorreu sexta-feira, dia 18/12. Na oportunidade a direção agradeceu o empenho de toda a equipe pelo reconhecimento nacional recebido através do prêmio IASC e pela renovação da certificação de qualidade ISO 9001, ajudando assim a renovar o contrato de concessão por mais 30 anos.

Após o jantar foi realizado o amigo secreto, distribuído brindes e uma cesta de Natal para todos colaboradores. ?#‎MUXEnergia?

11/12/2015 MUX Assina prorrogação de contrato até 2045
MUX Assina prorrogação de contrato até 2045

O final do ano de 2015 tem se mostrado promissor para a Mux Energia. Depois de ganhar o prêmio IASC da ANEEL em novembro. Nesta terça-feira (08/12), na sede do Ministério de Minas e Energia, em Brasília. O Presidente da empresa Mário Attilio Marin e o Diretor Operacional Alexandre Zanini, assinaram um aditivo de contrato que prorroga por mais 30 anos a concessão de distribuição de energia elétrica para Tapejara e Ibiaçá.

A atualização das concessões de distribuição estavam previstas no decreto Nº 8.461/15, publicado no dia 3 de junho deste ano. Pelas regras, será exigido como contrapartida o cumprimento de metas de qualidade de gestão, inclusive econômico-financeiras. Além disso, as empresas que tiveram as concessões prolongadas terão que realizar investimentos, com benefícios aos consumidores, sem que haja repasse na tarifa.

Segundo o Ministro Eduardo Braga as renovações de concessões vão ao encontro do trabalho que vem sendo feito pela atual gestão, “vamos ter uma melhoria de qualidade, reduzindo o número de desligamentos, a frequência, e a demora para que esses desligamentos sejam corrigidos. Isso será alvo de muito trabalho e investimento”, destacou Braga.

A renovação inclui novos critérios que já estavam sendo implantados pela Mux Energia. Dessa forma, fica claro o compromisso com a qualidade dos serviços que a Mux garantirá até 2045 com todos seus clientes e com a sociedade.

 

Confira a notícia oficial clicando aqui.

20/11/2015 Mux Energia a melhor do Brasil
Mux Energia a melhor do Brasil

Na noite de quinta 19/11, a Mux Energia recebeu das mãos do Ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, o Prêmio IASC 2015 - Índice ANEEL de Satisfação do Consumidor - ficando em primeiro lugar entre todas as distribuidoras do Brasil. Na ocasião participou, também, o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica, Romeu Rufino.

A Mux Energia, que atua em Ibiaçá e Tapejara, recebeu, também, o prêmio de melhor distribuidora das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste na categoria até 30 mil consumidores.

Em seu discurso o Ministro Eduardo Braga pontuou os principais desafios do setor elétrico em 2015 como a renovação de contrato de concessão de distribuidoras.

O IASC reflete a percepção do consumidor residencial sobre a qualidade dos serviços prestados pelas concessionárias e permissionárias de distribuição. 

05/11/2015 Tarifas sociais praticadas pela Mux podem beneficiar ainda mais pessoas
Tarifas sociais praticadas pela Mux podem beneficiar ainda mais pessoas

A Mux Energia tem um programa de Tarifa Social de Energia Elétrica. Esse programa contempla famílias sejam cadastradas no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal, ou seja, ser de baixa renda e renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa.

O desconto é significativo: para consumo de até 30KWh é de 65%, entre 31 e 100 KWh é de 40%, e entre 101 a 200 KWh é de 10%.

Para se cadastrar é fácil: basta procurar um posto de cadastramento da prefeitura e indicar o responsável pela Unidade Familiar, que more no domicílio, tenha no mínimo 16 anos e preferencialmente do sexo feminino.

Então, se você se enquadra nesse perfil, ou conhece alguém que possa se beneficiar, a Mux tem o maior prazer de exercer seu papel na sociedade e ajudar o próximo. Mux Energia gera desenvolvimento e faz crescer a região.

05/11/2015 Como as famílias de baixa renda podem receber o desconto da Tarifa Social da Mux?
Como as famílias de baixa renda podem receber o desconto da Tarifa Social da Mux?

As famílias devidamente inscritas no Cadastro Único podem solicitar o benefício na sede da Mux, e o responsável da Unidade Familiar (UF) deve informar o nome completo, o Número de Identificação Social (NIS), o CPF, RG ou, no caso de indígenas, a Certidão Administrativa de Nascimento Indígena (RANI). Caso o Número de Identificação Social não seja informado, a Mux poderá localizar a família através do Sistema de Cadastro Único.

Contudo, a família deve atualizar seu cadastro em no máximo 2 anos, informar à gestão do Cadastro Único sempre que huver mudança nos dados da família (renda, endereço, composição familiar), bem como a mudança de endereço, pois caso contrário pode ter o benefício suspenso.

Dessa forma, a Mux reafirma mais uma vez seu compromisso com a sociedade, para gerar desenvolvimento e fazer crescer a região.

13/10/2015 Bate-papo Rosa
Bate-papo Rosa

Mux Energia e Casa Rosa trazem à Tapejara, no dia 23/10 às 13:30, na Câmara de Vereadores, um bate-papo com o Dr Álvaro Machado, oncologista clínico e diretor do CTCAN, e enfermeira Marisa Costella, sobre Prevenção e Diagnóstico Precoce do Câncer de Mama. O evento contará com a participação de agentes de saúde, assistentes sociais, membros das unidades de saúde e endemias, além da comunidade em geral.

 

Os principais objetivos da ação são conscientizar as mulheres da importância dos hábitos saudáveis para prevenção do câncer de mama, e que a realização do autoexame, aliado às consultas periódicas a um ginecologista e os exames clínicos, são essenciais para a detecção precoce do câncer, pois quanto antes ele for tratado, maiores são as chances de cura e menor é o sofrimento da paciente com o tratamento.

 

Convidamos toda comunidade Tapejarense para o evento. Prevenir também é informar. A Mux é parceira dessa causa! Outubro Rosa 2015.

28/09/2015 Você sabe o que são Bandeiras Tarifárias?
Você sabe o que são Bandeiras Tarifárias?

Você sabe o que são Bandeiras Tarifárias?

 

Bandeiras Tarifárias é um sistema de cobrança do Governo Federal para frear o consumo de energia elétrica e dividir com o consumidor a cobrança da energia utilizada das usinas termelétricas. É um percentual adicional cobrado por kWh consumido.

Em 2015, devido à estiagem, o Governo Federal precisou acionar as usinas termelétricas, que funcionam à base de liberação de energia por qualquer produto que possa gerar calor, como bagaço de diversos tipos de plantas, restos de madeira, óleo combustível, óleo diesel, gás natural, urânio enriquecido e carvão natural. Esse tipo de energia é mais cara e um dos maiores problemas é a grande contribuição que elas têm com o aquecimento global através do efeito estufa e de chuvas ácidas, devido a queima desses combustíveis.

Logo, para frear o consumo dessa energia cara e potencialmente mais poluente, o Governo Federal percebeu o aumento da tarifa um meio viável, pois dessa forma, o consumidor tende a utilizar a energia  de forma mais consciente.

 

Você sabe como funcionam as Bandeiras Tarifárias?

 

A partir de 2015, as contas de energia passaram a trazer uma novidade: o Sistema de Bandeiras Tarifárias. As bandeiras verde, amarela e vermelha indicam se a energia custa mais ou menos, em função das condições de geração de eletricidade.

  • O sistema possui três bandeiras: verde, amarela e vermelha a e indicam o seguinte:
  • Bandeira verde: condições favoráveis de geração de energia. A tarifa não sofre nenhum acréscimo;
  • Bandeira amarela: condições de geração menos favoráveis. A tarifa sofre acréscimo de R$ 0,015 para cada quilowatt-hora (kWh) consumidos;
  • Bandeira vermelha: condições mais custosas de geração. Se divide em dois patamares, patamar 1 e patamar 2. A tarifa sobre acréscimo de R$ 0,030 no patamar 1 e 0,045 no patamar 2, para cada quilowatt-hora kWh consumido.

O sistema de bandeiras é aplicado por todas as concessionárias conectadas ao Sistema Interligado Nacional - SIN, conforme figura abaixo. A partir de 1º de julho de 2015, o sistema de bandeiras passará a ser aplicado também pelas permissionárias de distribuição de energia.

18/09/2015 Tivemos aprovação superior A 10% em comparação às Concessionárias brasileiras em 2014
Tivemos aprovação superior  A 10% em comparação às Concessionárias brasileiras em 2014

A pesquisa da ANEEL, de 2014, apontou que o índice de satisfação dos usuários clientes da MUX é bem superior à média nacional. Os respondentes avaliaram a qualidade dos serviços prestados, tais como atendimento, fornecimento de energia, qualidade da informação prestada, entre muitos outros.

Enquanto o índice nacional é próximo de 67% de aprovação, o da MUX é de quase 77%. Esse resultado é a soma de esforços de uma equipe especializada em fornecimento de energia e atendimento ao cliente. São quase 70 anos dedicados ao cliente e à busca implacável da melhor qualidade para os clientes de Tapejara e Ibiaçá.

18/09/2015 Mux beneficia 1.200 pessoas de baixa renda em tapejara e ibiaçá

A Mux entregou para 290 famílias de baixa renda 45 geladeiras e 1.000 lâmpadas de LED. A ação faz parte do Programa de Eficiência Energética,  e tem como objetivo a substituição de Geladeiras ineficientes por Geladeiras eficientes com selo Procel A de refrigeração e substituição de lâmpadas incandescentes por lâmpadas de LED com selo Procel A de Iluminação.

O total de pessoas beneficiadas com o programa foi de aproximadamente 1.200 pessoas e teve início em 2014. Em 2015, as últimas unidades foram entregues as geladeiras antigas foram enviadas para o devido descarte, em São Paulo. Para poderem receber o benefício, as famílias deveriam ter seu cadastro atualizado no CAD, Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal.

26/06/2015 ANEEL aprova reajuste tarifário da Mux Energia
ANEEL aprova reajuste tarifário da Mux Energia

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) homologou nesta sexta-feira (26/06/2015), a Resolução Homologatória nº 1.906/2015, que estabelece as novas tarifas de fornecimento de energia elétrica da Mux Energia, como também os serviços cobráveis pela concessionária.

As novas tarifas estarão em vigor no período de 29 de junho de 2015 a 28 de junho de 2016 e atinge os consumidores da concessionária, nos municípios de Tapejara e Ibiaçá.

Confira abaixo os percentuais do reajuste:

Efeito médio por classes de tensão Variação (%)
Alta Tensão 1,18%
Baixa Tensão - 1,92%
Média (Baixa Tensão e Alta Tensão) - 0,58%

O efeito médio da alta tensão refere-se às classes A1 (>= 230 kV), A2 (de 88 a 138 kV), A3 (69 kV) e A4 (de 2,3 a 25 kV).
Para a baixa tensão, a média engloba as classes B1 (Residencial e subclasse residencial baixa renda); B2 (Rural: subclasses, como agropecuária, cooperativa de eletrificação rural, indústria rural, serviço público de irrigação rural); B3 (Industrial, comercial, serviços e outras atividades, poder público, serviço público e consumo próprio); e B4 (Iluminação pública).

Ao calcular o reajuste, a Agência considera a variação de custos que a empresa teve no ano. O cálculo inclui custos típicos da atividade de distribuição, sobre os quais incide o IGP-M, e outros custos que não acompanham necessariamente o índice inflacionário, como energia comprada, encargos de transmissão e encargos setoriais.

Mais informações sobre os reajustes tarifários podem ser consultadas no endereço eletrônico da ANEEL.

20/03/2015 1ª Reunião Ordinária do Fórum Nacional de Ouvidores do Setor Elétrico de 2015
1ª Reunião Ordinária do Fórum Nacional de Ouvidores do Setor Elétrico de 2015

No dia 20 de março de 2015, foi realizada a 1ª Reunião Ordinária do Fórum Nacional de Ouvidores do Setor Elétrico no auditório da ANEEL em Brasília (DF). O ouvidor da MUX Energia Braulio Corral participou do evento.

Márcia Fernandes Lins, presidente do Fórum Nacional de Ouvidores do Setor Elétrico e Marcos Bragatto, Superintendente de Mediação Administrativa Setorial da Aneel realizaram a abertura do evento.

Durante a reunião foram discutidos assuntos internos do Fórum, temas para o próximo ENOSE, além da apresentação de Cases, Direitos e Deveres dos Consumidores, Campanha Nacional de Consumo Consciente e Bandeiras Tarifárias.

O encontro é importante porque são esclarecidas dúvidas sobre as resoluções e dessa forma, orientamos melhor nossos consumidores. Além disso, é uma oportunidade dos ouvidores trocar experiências.

20/11/2014 XVI Encontro Nacional dos conselhos de Consumidores de Energia Elétrica em Brasília
 XVI Encontro Nacional dos conselhos de Consumidores de Energia Elétrica em Brasília

Nos dias 20 e 21 de novembro de 2014, foi realizado o XVI Encontro Nacional dos conselhos de Consumidores de Energia Elétrica em Brasília (DF). Este ano, o evento foi organizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) em parceria com o Conselho de Consumidores da Ceb-Dis. No evento foram debatidos temas de interesse nacional, bem como a troca de experiências entre os conselheiros.

O presidente do Conselho de Consumidores da Mux Energia e representantes do poder Público de Tapejara Irapuan Jorge Teixeira e o vice-presidente do Conselho Ivan Casamali participaram do evento.

Nesta edição foram convidados autoridades do setor elétrico que participaram de painéis com os temas: análise do setor elétrico para os próximos quatros anos (2015-2018); licenciamento ambiental e assuntos em destaque para os consumidores em 2015.

Durante o Evento se fizeram presente representantes da Presidência da republica, ministério de Minas e Energia, Empresa de Pesquisa Energética, operador Nacional Do Setor Elétrico e Ibama. A condução dos Trabalhos foi realizada pelos Diretores, Assessores e Superintendentes da ANNEL 

13/10/2014 Conselho de Consumidores de Energia Elétrica tem nova presidência
Conselho de Consumidores de Energia Elétrica tem nova presidência

No dia 07 de outubro o secretário de habitação, Irapuan Jorge Teixeira, representante do Poder Público de Tapejara, assumiu a presidência do Conselho de Consumidores de Energia Elétrica da Concessionária Mux Energia para biênio 2014/2016, tento como vice presidente o Sr. Ivan Casamali .

Existem no Brasil 63 concessionárias de Energia Elétrica, para cada uma dela existe a obrigatoriedade de composição de um Conselho de Consumidores, que tem como principal objetivos defender os direitos de consumidores junto a concessionária  e junto as Agência Reguladoras (AGERGS E ANEEL)

Ainda na composição do conselho existem representantes dos consumidores residenciais, industriais, comerciais e rural. Os encontros dos conselhos são mensais e também estão previstas reuniões e discussões com os segmentos representativos da sociedade, de modo a buscar cada vez mais a melhoria da prestação de serviço de energia elétrica e, consequentemente, a redução dos valores a serem aplicadas pelo governo federal, por meio das agências reguladoras. Importante ressaltar que a Mux Energia tem se destacado no cenário nacional como uma das mais eficientes empresas concessionárias de energia elétrica, o que é motivo de orgulho para os tapejarenses.